domingo, 3 de maio de 2020

[MUSICHAOS] DAMIÃO EXPERIENÇA, A LENDA!


Uma das personalidades mais UNDERGROUNDS DA HISTÓRIA, na verdade, se esse cara não for o cara mais under que já existiu na terra junto com o mito G.G. Allin nem quero imaginar que são os outros! ou na verdade quero sim, por que amamos tudo isso!

Para começar a falar desse gênio é interessante contar o inicio da vida dele, Damião Ferreira da Cruz nasceu na Bahia em Santo Amaro de Ipitanga no dia 27 de setembro de 1935 (mais conhecido como o dia do nascimento de uma lenda kkk). O cara apanhava dos país pra kct na infância, se cansou da vida de merda que levava e fugiu de casa. Depois de uns anos entrou na Marinha (Sim o mito já foi marinheiro), que é dai que percebemos o seu visual que é uma mistura de regueiro roots, mendigo, marinheiro e comunista kkkk.

Damião ainda na sua época de Marinheiro caiu da gávea de um navil onde bateu sua maravilhosa jaca, e ficou absolutamente lelé da cuca, e assim começou a surgir a lenda que conhecemos hoje em dia. Ele obviamente se aposentou por invalidez (coisa que n existe mais nos dias atuais kkkk) e com a pensão vitalicia que recebia da marinha construiu sua vida em um subúrbio do rio de janeiro, onde virou assumidamente cafetão, usando a grana que conseguia com suas putas para gravar seus discos.



Discos que além de não fazerem sucesso nenhum, muitas vezes nem vendidos eram, vira e mexe o mito Damião dava seus discos de graça pro pessoal no meio da rua enquanto bebia sua garrafa de corote. Ele nunca lançou seus discos em CD, apenas em vinil, e seguiu sua carreira por um longo tempo enquanto ainda conseguia financiar os discos com a merreca que sobrava depois de comprar suas cachaças. 
Damião se tornou uma lenda da musica underground com o tempo, fazendo seus LPs serem extremamente raros de encontrar e quando encontrados vendidos a preço de ouro (nada mais justo).
MORTE:

"Damião nunca se casou e, até onde se sabe, não teve filhos, e até os últimos dias de sua vida viveu sozinho num apartamento repleto de objetos de toda espécie, evidenciando também o perfil de acumulador de Damião, em Ipanema próximo ao complexo de favelas do Cantagalo-Pavão-Pavãozinho, recebendo uma pensão por invalidez mensal da Marinha. Às vezes podia ser avistado vagando sem rumo pelas ruas de Ipanema e pela Praça General Osório, confundido com um mendigo por quem não estivesse familiarizado com sua carreira musical. Morreu em 10 de dezembro de 2016, aos 81 anos, e foi sepultado no Cemitério de São João Batista. Apenas duas pessoas estiveram presentes em seu funeral: um fã que tornou-se grande amigo e o acompanhou nos últimos meses de vida, e uma amiga e vizinha" de: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Defeque aqui sua desprezível opinião.